Estudo Dirigido (acompanhamento escolar)

Complementação educacional para crianças e jovens, buscando evitar a evasão das salas de aula, além de mantê-las longe das ruas.

Tem por objetivo o atendimento a cerca de 240 crianças e adolescentes que freqüentam a escola formal, na faixa etária de 4 a 19 anos, divididas em turnos da manhã e da tarde. Preferencialmente são matriculadas crianças que saem da creche ao alcançarem quatro anos.

O Estudo Dirigido é um programa educacional que favorece a crianças e adolescentes na sua formação, mas favorece igualmente aos colaboradores pelo intercâmbio afetivo inevitável que se estabelece ambos, uma vez que o trabalho é bastante gratificante para o colaborador.

Consiste este programa no desenvolvimento das seguintes atividades:

  • Auxílio no desempenho escolar da criança e do adolescente, apoiando-os na execução das tarefas de casa e na fixação dos conteúdos das diversas disciplinas do currículo escolar;
  • Oficina de Linguagem / Alfabetização, destinado a crianças que já passaram da fase de alfabetização na escola, e que apresentam dificuldades na alfabetização;
  • Oficina de Informática, iniciação de crianças e jovens no uso de computadores, com aprendizado dos programas Windows, Word e Excel;
  • Oficina de Montagem de Computador, para jovens que apresentam talentos para a área tecnológica e apresentam possibilidades de aprendizado;
  • Oficina de Música, para crianças e jovens que desejam desenvolver aptidões musicais, atualmente dispõe-se apenas de aulas de violão, mas é bastante disputado o ingresso nas aulas da oficina de música;
  • Oficina de Arteterapia, para crianças e adolescentes desenvolverem suas formas de expressão através dos processos artísticos, auxiliando-os no desenvolvimento pessoal e escolar;
  • Oficina de Arte e Museus e outros eventos culturais.

Em casos excepcionais, o programa auxilia jovens durante o período da faculdade e em cursos de extensão. Em 2006 foram três jovens mantidos na faculdade com recursos da Casa, em 2007 foram dois. Um destes beneficiários, que concluiu a faculdade em 2006, durante o ano de 2007 fez curso de MBA em Marketing na PUC/RIO sob o patrocínio da Casa. Este jovem trabalha como voluntário nas Oficinas de Música e Informática, auxiliando crianças e adolescentes que buscam seguir o seu caminho e alcançar o sucesso na sua formação pessoal e acadêmica.

O programa se baseia no desenvolvimento de dois aspectos: conteúdo e convivência, no sentido de desenvolver e treinar a criança e o jovem diante do conteúdo escolar, auxiliando-o no seu crescimento intelectual, e propiciar um espaço de convivência baseada em princípios éticos e fraternos, ajudando-os a crescer no meio familiar e social.

Com relação à socialização e construção da afetividade e da auto-estima da criança e do adolescente, são previstas comemorações mensais dos aniversários de todos os participantes do Estudo Dirigido. Também são comemorados a Páscoa, o Dia das Mães, a Semana da Fruta, a Festa Junina, o Chá das Avós, a Semana das Flores, o Dia das Crianças e o Natal.

No Natal, além de presentes, são fornecidos kits de higiene pessoal e cestas básicas para cada criança, adolescente e jovem participante. Durante todos os trabalhos a preocupação dos orientadores é a de desenvolver com os participantes o senso de cidadania, o conhecimento sobre os direitos e deveres dos cidadãos, noções básicas de cuidados com a alimentação e a responsabilidade que todos devem assumir com a preservação do meio ambiente.

Os trabalhos do Estudo Dirigido são desenvolvidos às terças, quartas e quintas, de 08:00 às 10:00, na parte da manhã, e das 14:00 às 16:00, na parte da tarde. São oferecidos: lanches, tratamento médico, remédios, óculos, livros, roupas, ajuda para condução, quando necessário, etc. Frequentemente são organizadas idas a shows, peças teatrais, cinemas, etc.

As oficinas funcionam em diversos horários durante a semana, inclusive aos sábados, sem atrapalhar sua freqüência à escola. Da mesma forma os eventos especiais são planejados de forma a permitir a participação de todos, sem causar transtornos às responsabilidades escolares e pessoais.

Além do apoio ao desenvolvimento escolar das crianças e adolescentes são promovidos o senso de cidadania e a potencialidade de socialização, favorecendo, pelo desenvolvimento de suas habilidades, em cada um o crescimento da auto estima, da afetividade, da identidade pessoal.

Um dos objetivos específicos do programa é minimizar a evasão escolar, tão característico na comunidade, prendendo-os ao circulo vicioso da vida de exclusão. São feitos esforços significativos para transformar essa realidade as crianças e adolescentes do Projeto.

Não menos importante é o objetivo do programa de mantê-los fora da rua, minimizando a situação de risco de vida e de degradação social, afastando-os do ambiente hostil e violento das ruas.